Notícias

Portaria autônoma e colaborativa: o que é e como podem tornar seu negócio mais lucrativo?

Sábado, 23 Maio 2020
COMPARTILHE Comentar
A A A

Entenda o que é a portaria autônoma e colaborativa, quais suas vantagens e como elas podem reduzir em até 90% a quantidade de atendimentos na central de monitoramento.

 

Um dos fatores observados por quem vai investir em um imóvel, ou mesmo alugá-lo como moradia, é a segurança do condomínio. Neste aspecto, a portaria é o fator que mais exige atenção do síndico, pois o controle de entrada e saída de pessoas garante que nenhum criminoso invada o local.

Para solucionar essa questão, duas alternativas são as mais comuns: a portaria orgânica e a portaria remota. Mas, sozinhas, ambas podem ter um custo de operação muito alto. Afinal, precisam de operadores ou porteiros 24 horas. Surge, então, duas novas alternativas, a portaria autônoma e a portaria colaborativa, que pode, inclusive, ser aliada à remota e à orgânica.

 

O que é uma portaria autônoma?

Quando um visitante chega ao condomínio, ele toca o interfone. A chamada é encaminhada aos celulares dos moradores do apartamento, por meio do aplicativo da Scond. Quem atender primeiro assume a chamada e ela é desligada dos outros aparelhos. Caso ninguém atenda dentro um tempo programado para aquela unidade, a chamada poderá ainda ser transbordada para o interfone físico do apartamento.

Caso o morador seja alguém que não tenha tanta familiaridade com aplicativos, a chamada pode automaticamente cair como uma ligação telefônica (GSM) sem intermédio de nenhum app.

Ao atender a chamada no aplicativo, o morador consegue ver quem está interfonando, pela tela do celular, conversar com a pessoa e liberar o acesso da porta e eclusas, caso existam.

O que é uma portaria colaborativa?

A portaria colaborativa segue o mesmo fluxo da portaria autônoma no quesito atendimento, porém, quando o transbordo da chamada é realizado, a ligação vai para a empresa de monitoramento e o operador realiza o atendimento do visitante ou prestador de serviços, fazendo com que haja uma colaboração no atendimento da portaria naquele condomínio.

Uma vantagem no aplicativo Scond é ser 100% white label, ou seja, totalmente personalizável. Quando a sua empresa contrata nosso serviço, realizamos a customização do app com suas cores, logo e domínio. Exemplo: (http://app.seudominio.com.br).

É importante frisar que, independente do modelo adotado pelo condomínio, portaria autônoma ou colaborativa, sempre haverá uma empresa de monitoramento para oferecer o serviço ao cliente e a Scond estará dando todo o suporte necessário para a empresa de monitoramento.

 

Redução de custos

Na portaria autônoma, por ser uma tecnologia em que o morador atende por si próprio, o número de atendimentos feitos pela central de monitoramento será muito pequeno, ficando apenas os eventos de porta aberta, arrombamento, alarme, entre outros - o que cai em cerca de 90% os custos da operação para este perfil de cliente.

Na portaria colaborativa, como o transbordo das ligações que não foram atendidas pelos moradores são direcionadas para a central de monitoramento, a redução cai em cerca de 60%.

 

Para entender melhor como funciona a portaria autônoma e como ela pode tornar seu negócio mais lucrativo, entre em contato com o nosso time comercial, ligando para (48) 3047-1365 ou pelo email: comercial@scond.com.br.

COMPARTILHE Comentar
A A A

Comentários Facebook

Receba notícias exclusivas por e-mail