Blog

Entenda o que é recorrência, faturamento e lucratividade na sua empresa

Quarta, 23 Junho 2021 Quarta, 23 Junho 2021
Compartilhe

Entender a diferença entre lucro, faturamento e recorrência é essencial para o sucesso de qualquer tipo de negócio.

É a gestão dessas variáveis que vai ajudar sua empresa a crescer de forma saudável e manter a lucratividade.

Apesar de esses dois conceitos serem de fácil entendimento, costumam confundir a cabeça de muitos empreendedores, que acham que se trata da mesma coisa.


Entretanto, o empreendedor que não consegue diferenciar lucro e faturamento pode ter dificuldades na gestão do negócio. Isso porque os impostos cobrados pelo Governo são calculados de acordo com o faturamento da empresa.

Além disso, o lucro e o faturamento da empresa são usados para avaliar a lucratividade do negócio.


Diferença entre faturamento e lucro


A diferença entre lucro e faturamento é bem simples. O faturamento é tudo o que entra no caixa da empresa, ou seja, o resultado das vendas dos produtos e serviços da companhia em um determinado período.

Dessa forma, se a sua loja vendeu 50 centrais de alarmes a R$1.000,00 cada uma em um período de 1 mês, o faturamento da sua loja foi de R$50.000,00.


Já o lucro se refere à quantidade de dinheiro que ficou disponível no caixa da empresa após ela pagar todas as contas, inclusive os impostos.

Então, se o negócio teve um faturamento mensal de R$50.000,00, mas teve um custo de operação de R$30.000,00, o lucro do negócio naquele período foi de R$20.000,00.


Explicando de forma bem simples: o faturamento é igual à soma de tudo que é vendido na empresa, ou seja, de todo o dinheiro que o negócio consegue gerar.
Já o lucro é esse mesmo valor, menos todos os custos que a empresa tem com funcionários, impostos, pagamento de fornecedores, despesas com energia elétrica, aluguel, entre outras despesas. 



Pagamento recorrente

A recorrência é o modelo de negócios e de pagamento onde o cliente paga por um período contínuo de tempo, e de forma automática, para ter acesso a um determinado produto ou serviço.


Atualmente vários serviços possuem esse modelo de negócio: de serviços para assinantes como Netflix e Spotify, até empresas de SaaS ( Software as a Service) como a Adobe e seu pacote de ferramentas.

Porém, embora esse tipo de faturamento tenha aumentado com o advento da internet, outros serviços já o praticam há bastante tempo, como no caso das escolas e faculdades privadas, que diluem o custo anual em pagamentos mensais.


Dessa forma, podemos caracterizar que toda compra feita com frequência é uma compra recorrente.


Fica claro que a recorrência já está na nossa vida, inclusive, em detalhes que fazem muita diferença na rotina e que facilitam muito nossos dias. E as vantagens dela podem ser usadas na sua empresa também!


Por isso, todo pagamento automático e regular de um plano, mensalidade ou assinatura faz parte da Economia da Recorrência.


De forma resumida, toda e qualquer empresa que venda um produto ou serviço com frequência pode e deve ser recorrente. Não apenas pela natureza do negócio, mas pelas vantagens a longo prazo que a recorrência oferece.


Provavelmente, você já assistiu algum filme ou série em que aparecia todos os dias de manhã, o caminhão do leite, que entregava de porta em porta; ou do jornaleiro que passava nas casas deixando o jornal todos os dias.


A recorrência existe há muito tempo. E, apesar de não vermos mais jornaleiros entregando jornais em casa, nós assinamos grandes portais para nos mantermos bem informados. 


Companhias tradicionais do mercado também vêem na recorrência uma oportunidade de continuarem crescendo com sustentabilidade e escalabilidade.

Principais vantagens da venda recorrente


A recorrência é o modelo de pagamentos que mais pode entregar escalabilidade e crescimento sustentável para o seu negócio.


Veja abaixo as principais vantagens desse sistema:


1) Previsibilidade de receita


Basicamente, a recorrência é o modelo que mais dá uma previsão ao empreendedor de quanto ele receberá nos próximos meses.

Dependendo da quantidade de planos que você oferecer, é possível saber até quanto será o faturamento anual da sua empresa, com dados muito mais reais do que em empresas que utilizam outras formas tradicionais de cobrança.

Por exemplo, se você vende seu plano anual de academia com 10% de desconto e tem muitas aquisições, é possível calcular quanto receberá pelos próximos 12 meses desses clientes que estão entrando.

Portanto, seu maior desafio é o de garantir que ele tenha uma excelente experiência e continue renovando todos os anos com o seu negócio.


2) Redução de inadimplência

Junto com os clientes que deixam de pagar as contas, vem a inadimplência. E, cobrar clientes inadimplentes manualmente é uma situação bem desconfortável para ambas as partes.


Mas, assim como a recorrência tem como vantagem o pagamento automático, ela também possibilita a cobrança automática, por meio de uma plataforma que consiga garantir essa operação com segurança.



3) Crescimento Sustentável


Se hoje você tem 100 clientes e, no mês seguinte, consegue mais 20, passa a ter 120 clientes. Isso é o oposto do que acontece com as vendas pontuais, por exemplo, onde um cliente faz uma compra avulsa e você fica torcendo para que ele volte.


Portanto, se você quer que seu negócio se transforme em uma empresa recorrente, você precisa implementar um sistema que garanta que esse processo funcione corretamente. 


Dessa forma sua empresa tem muito mais chances de crescer.


Quer mais dicas para o seu negócio? Acesse nosso blog e veja mais artigos sobre como administrar sua empresa.

Dúvidas? Fale Conosco

Venha nos Visitar

Rua Belarmino José da Silva, 42, Sala 02
Ipiranga, São José/SC
CEP  88111-390

Ver Mapa