Portuguese
ptes
Blog

Tendências para segurança e controle de acesso

Quinta, 02 Setembro 2021 Quinta, 02 Setembro 2021
Compartilhe

A interrupção de 2020 causada pela pandemia mudou a forma como devemos abordar a segurança física em 2021, isso porque construir um projeto de instalação dinâmico e uma estratégia de segurança que se adapte às novas necessidades, como a diminuição do contato e que resista às adversidades, nunca foi tão importante. 

E olhando para o passado, observamos que a última década impulsionou com grande força a inovação em tecnologias de controle de acesso.
Anteriormente, o controle de acesso era uma indústria de movimento lento, mas houve uma grande mudança devido à clara demanda do cliente e à necessidade de melhores experiências.

Uma pesquisa de 2019 com 473 diretores, gerentes e consultores de segurança conduzida pela revista HID Global and Security Management identificou as principais preocupações de controle de acesso à época.

  • Integração com sistemas pré-existentes;
  • Aproveitamento de recursos de novas tecnologias;
  • Proteção contra vulnerabilidades crescentes;
  • Conveniência do usuário nas entradas;
  • Tornar os processos de acesso físico mais simples com administração digital.

Para tanto, soluções de segurança e controle de acesso já estão no mercado e a cada dia evoluem para atender às dores e demandas do setor.
Confira abaixo as 5 principais tendências previstas pelos especialistas!

1) Controle de acesso via dispositivos móveis

Os funcionários de escritórios observaram que a pandemia tornou o controle de acesso uma questão ainda mais importante.
Em 2019, outra pesquisa da HID estimou que 54% das empresas atualizaram ou farão upgrade para um sistema de controle de acesso móvel nos próximos 3 anos.

Com a necessidade crescente e a ampliação do acesso móvel, podemos presumir que bem mais da metade dos negócios projetados farão a transição dos sistemas anteriores nos próximos anos, se é que ainda não o fizeram.
Uma pesquisa da FGV de junho de 2020  apontou que mais de 424 milhões de dispositivos digitais estão em uso no Brasil, sendo desses 234 milhões  de smartphones. Eles já são parte integral do nosso cotidiano e presentes em todos os lugares.

E diferentemente dos smartphones, cartões de acesso, uma opção de acesso tradicional, são inconvenientes e frequentemente aparecem em listas de itens mais esquecidos ou perdidos por funcionários.

Como a maioria dos cartões de acesso funcionam por aproximação e podem ser clonados facilmente, as credenciais móveis também oferecem uma solução mais segura.  

2) Segurança digital em nuvem

A segurança física das empresas tem adotado tardiamente a o armazenamento em nuvem, um contraste com a maioria dos outros processos das empresas, que atualmente funcionam aliados a essa tecnologia: mensagens, e-mail, CRMs de vendas, ferramentas de marketing, ferramentas de produtividade, infraestrutura de TI e hospedagem de sites, por exemplo.

Entretanto, isso vem mudando. A atual direção aponta para o uso do controle de acesso baseado em armazenamento em nuvem, devido aos enormes benefícios fornecidos em termos de melhorias operacionais, maior segurança e fácil gerenciamento de acesso em vários locais para colher os benefícios da escalabilidade ilimitada.

Processos manuais, além de inconvenientes, resultam em maior vazamento de dados e inconsistências de segurança.
3) Autenticação multifator

Essa modalidade de autenticação significa ter que provar a identidade/obter acesso por meio de pelo menos dois métodos ou credenciais, incluindo algo que você sabe, tem ou é, como impressão digital e uma senha.

A autenticação multifator atualmente é amplamente usada no acesso digital. Por exemplo, quando um funcionário faz login em um e-mail da empresa ou outro site confidencial, a empresa exige outro método para verificar a identidade por meio de um token único via SMS ou outro aplicativo autenticador. Essa medida simples protege amplamente a organização dos ataques de hackers maliciosos. 

Na área de segurança no controle de acesso à empresas e condomínios, podemos dar o exemplo de confirmação por uma senha e a digital do usuário, outro exemplo, até mesmo causado pela pandemia é a obrigatoriedade de estar utilizando uma máscara, estar com temperatura corporal normal, além da necessidade de informação de uma senha e uma digital.

Essa autenticação multifator é mais segura do que a autenticação de fator único. Frequentemente usada por consumidores ao alterar as senhas de contas ou realizar transações online: os usuários são instruídos a inserir um PIN enviado por SMS ou e-mail, por exemplo, para verificar a identidade. 

4) Acesso biométrico

A biometria existe há décadas na periferia da tecnologia de controle de acesso, limitada pelo alto custo, problemas de precisão, questões de privacidade e outros problemas. Mas com a queda dos preços, a melhoria da qualidade e normas de controle da privacidade, ela se tornou uma tecnologia de controle de acesso viável na atualidade.

O reconhecimento por biometria possui a maior fatia do mercado, no que se diz respeito à verificação de identidade e controle de acesso. Isso porque esses avanços e inovações no controle de acesso biométrico tornou os projetos mais econômicos, ao ponto de competir com o custo de sistemas alternativos de cartão de acesso.

5) Modelo baseado em assinatura - Modelo baseado em QR Code

Uma nova tendência de mercado, o QR CODE vem ganhando espaço, isso porque além de seguro, gera uma economia grande para condomínios e empresas, que ao invés de investir em hardwares leitores de acesso, podem utilizar a solução de QR CODE.

Na prática funciona da seguinte maneira: a central de monitoramento, fornecedora do serviço de monitoramento, disponibiliza aos clientes, seja uma empresa, centros empresariais ou condomínios o aplicativo SCOND, onde os usuários terão acesso a todas informações daquele ambiente, inclusive a possibilidade de escanear QR CODES para acessar determinadas áreas, realizando abertura de portas e portões com apenas um clique.

Desta forma, o condomínio economiza já que não precisará comprar novos hardwares de controle de acesso, e o usuário terá na palma da mão a “sua chave de acesso”, evitando ter de utilizar os tradicionais cartões e tags.

Conclusão

Com um mundo cada vez mais digital, as mudanças são inevitáveis. E certamente a maioria delas são projetadas para o nosso benefício.
Seguindo todas as tendências de segurança e praticidade, o sistema de Portaria Autônoma certamente possui todos esses benefícios e que compensa a sua utilização em detrimento de tecnologias ultrapassadas.
Além disso, ele gera uma economia e custo-benefício que está ao acesso de todos os setores do mercado que buscam uma opção menos dispendiosa.
Então não perca tempo! Com a portaria autônoma da SCOND, você ganha soluções integradas em segurança, controle de acesso, interfonia IP, gestão e comunicação, possibilitando ofertar aos seus clientes inovação e tecnologia ligadas às principais tendências do mercado.

Dúvidas? Fale Conosco

Venha nos Visitar

Rua Belarmino José da Silva, 42, Sala 02
Ipiranga, São José/SC
CEP  88111-390

Ver Mapa